Seja insubstituível

Por anos, até mesmo décadas, nossa curiosidade foi abafada nas escolas. Fomos treinados para a conformidade, fomos forçados a caber em uma função pré definida. Nos tornamos facilmente substituíveis.

O mundo precisa de gente singular, de pessoas insubstituíveis, de pessoas que tenham voz e que se importem com uma causa maior do que a si mesmas.

Tornar-se curioso é um processo de cinco-dez-quinze anos onde você começa a encontrar a sua voz e percebe que a coisa mais arriscada a se fazer é jogar o jogo da conformidade, é ser substituível.

Encontrar o seu papel singular é uma tarefa em comunidade, é um ato generoso de doar-se e ser capaz de perceber-se nos outros. É uma experimentação corajosa, é se permitir pertencer e ousar contribuir.

É um processo que daqui há algum tempo você vai desejar ter começado hoje.

Posted by Felipe Tavares

Trabalho para conciliar o desenvolvimento social com a inteligência dos sistemas vivos. Acredito que a sustentabilidade começa com uma mudança de pensamento e não de técnicas.
  
 

Deixe uma resposta