Somos uma consultoria em desenvolvimento regenerativo e uma escola de pensamento ecológico

Acompanhe pelo WhatsApp

Criamos um grupo silenciado onde você pode acompanhar o nosso trabalho de forma direta e sem excessos.

Jornada online

Início em 6 de julho

Como buscar o propósito pessoal sem sucumbir ao autocentramento?

Como desbloquear a autenticidade em direção à expressão criativa e compassiva no mundo?

Como fazer das dores do mundo motivação para o autodesenvolvimento e para a participação na Grande Virada?

Saiba mais.

Um método de gestão de projetos para a transformação sistêmica

O desenvolvimento regenerativo é sobre ganharmos as capacidades de sermos catalisadores da evolução local. É sobre assumir o nosso papel de liderança para a transformação sistêmica.

Em 2020 oferecemos o curso em Uberlândia, Rio de Janeiro e São Paulo. Em 2021 teremos a nossa primeira turma online.

Saiba mais.

Desenvolvimento Regenerativo
— o que é?

É um método de planejamento e execução de projetos capaz de realizar potenciais regenerativos ao conciliar as aspirações das pessoas com a essência do lugar. Assim, somos capazes de aliar o desenvolvimento socioeconômico com a preservação e regeneração dos ecossistemas que suportam a vida no planeta. Criamos projetos prósperos e duradouros capazes de recuperar a saúde das comunidades humanas e dos ecossistemas em que elas fazem parte.

SAIBA MAIS

Inspire-se

Este livro é um convite à transformação — um choque consciente com o objetivo de inspirar mudanças rumo a uma cultura de cocriação com a inteligência da vida.

Este é um compilado de pequenos textos. Nestas palavras eu honro o chamado de Gaia e celebro a liderança regenerativa. Mas, ainda mais forte, eu celebro você e a sua capacidade de transformar realidades.

Compre no site da editora.

Recobrar a atenção

Recobrar a atenção

A sociedade da informação — que por um lado ampliou a nossa capacidade de gerar sentido e inteligência coletiva — está ruindo uma das capacidades humanas mais fundamentais: a atenção.

Reclamamos da falta de tempo sem nos dar conta de que o que nos falta mesmo é atenção.

Para sustentarmos uma vida com significado é crucial sentirmos que estamos realizando novos potenciais: aprendendo novas habilidades, conhecimentos ou avançando no caminho de autodesenvolvimento.

Estes são trabalhos relevantes que requerem comprometimento e profundidade. E é absolutamente impossível estar em profundidade com uma atenção rasa.

A atenção é um aspecto central sobre o que significa ser humano e sobre a sua capacidade de ter alguma soberania sobre a sua presença na Terra.

Não é difícil perceber qual é o maior consumidor de atenção hoje. Os efeitos da interrupção constante e da atenção corrompida ficarão cada vez mais evidentes e não são saudáveis.

Precisamos recobrar a autoridade sobre a nossa atenção. Ela deve ser treinada. Devemos aprender a prestar atenção na qualidade da nossa atenção. Isso nos ajudará a fazer escolhas que envolve abrir mão daquilo que nos distrai tanto no espaço físico quanto virtual.

Assim, é possível ter presença para cultivar relações, gerar sentido sobre o que nos envolve e aproveitar uma oportunidade sem precedentes: a capacidade de colaborar com pessoas em todo o mundo e acessar conhecimentos e práticas com facilidade.

Sem atenção não é possível avançar muito. Ao ter a consciência de que a atenção é algo precioso e que deve ser cultivada entramos em um espaço poderoso onde cada pessoa pode escolher deliberadamente o seu caminho de evolução que pode revelar o seu maior potencial.

Você se torna aquilo em que dá atenção. E em uma economia onde a nossa atenção foi comoditizada, se você não escolher conscientemente onde colocar a sua atenção, alguém o fará por você.

O acesso à informação nós temos. Precisamos recobrar o acesso à nossa atenção.

Foto: Aperture Vintage

Posted by Felipe Tavares in Texto rápido, 0 comments
Re-cerimonializar o mundo

Re-cerimonializar o mundo

Cerimônias de rito de passagem ricas em significados compartilhados culturalmente são parte do cotidiano dos povos indígenas e populações tradicionais. Elas são o marco de transições e transformações importantes e ajudam as pessoas a tomarem posse de seus dons singulares em benefício do bem comum. 

Elas costumam acontecer em momentos marcantes da biografia humana: no próprio nascimento, no fim da primeira infância, na puberdade, na entrada da fase adulta, no nascimento dos filhos, na incorporação de um novo papel familiar ou social, na entrada da velhice etc. E, em algumas tradições, acontecem também em momentos de crise em que nos foge a saúde ou a lembrança de quem somos, do que realmente importa e de como podemos servir ao mundo. Continue reading →

Posted by Juliana Diniz in Texto rápido, 1 comment

#18 A nossa relação com o tempo

Ouça no seu app favorito.

O momento singular que vivemos em decorrência da pandemia nos colocou em uma outra relação com o tempo.

Mas o que é o tempo? Por que aprofundar nesta discussão é importante?

Como revelar nuances coloniais e estruturas dominadoras no entendimento dominante sobre o tempo?

Como outras perspectivas sobre o tempo pode nos ajudar a ganhar autonomia sobre as nossas próprias vidas?

Perguntas como essas permearam a nossa conversa com o Gustavo Nogueira, fundador da Torus Laboratório do Tempo.

Vamos?

Posted by Felipe Tavares in Podcast, 0 comments

Entre em contato

Queremos muito saber o que você tem a nos dizer. Estamos abertos para estreitar os nossos laços e criar relacionamentos sinérgicos.