MANIFESTO REGENERATIVO

Um caminho para a sociedade de alta sinergia

Apaixonar-se pela vida

A vida é um acontecimento extraordinário, uma misteriosa dança cósmica sentido a maiores ordens de complexidade elegantemente ordenada. Em sua inteligência intrínseca, a vida cria condições propícias à vida. Precisamos nos apaixonar por ela.

Ser natureza

Trabalhar com a vida implica uma nova forma de ver o mundo, uma que faça as pazes com a complexidade e seja informada pela observação profunda da evolução dos sistemas vivos. Para tanto, a primeira mudança necessária é reconhecer que não fazemos parte da natureza, mas que somos a natureza. Temos de perceber, também, que não somos os seres inteligentes da Terra, mas a própria Terra em seu processo evolucionário tomando consciência de si.

Sendo natureza podemos nos afastar de uma percepção utilitarista e dominadora do planeta e nos preparar para a participação apropriada. Precisamos superar o paradigma da separação e internalizar a interdependência. Para não sermos seres patológicos, precisamos entender que não existe definição de sucesso pessoal que não seja ao mesmo tempo uma definição de sucesso para o todo. Ser é inter-ser.

Agentes da evolução

Todos os seres possuem um papel a desempenhar na teia da vida. Como seres dotados de consciência auto-reflexiva, somos capazes de refletir sobre o contexto em que estamos inseridos e sobre a nossa participação nele. Isso nos dá agência: podemos escolher quem queremos ser. 

Nós, seres humanos, nos tornamos a maior força evolucionária da Terra. As capacidades que desenvolvemos em coevolução nos colocam em uma relação de força assimétrica com a ecologia planetária. Portanto, a nossa participação carrega uma responsabilidade tremenda. Precisamos ter cuidado e compaixão para levarmos em conta não só o desenvolvimento da sociedade, mas o desenvolvimento do planeta como um todo em sua máxima expressão de vida. Devemos assumir o nosso papel de agentes conscientes da evolução, e isso envolve o aprimoramento das capacidades da consciência humana. 

A vida é o processo de tornar-se, precisamos, então, ser sensíveis o suficiente para visualizarmos um mundo onde todos os seres possam realizar o seu maior potencial.

Regeneração

É fundamental trabalharmos a partir de uma abordagem que nos ajude a realizar o nosso papel evolucionário. Somos capazes de catalisar relações de alta sinergia onde o sucesso de um é o sucesso do outro e de todo o ecossistema. Para isso, precisamos regenerar a vitalidade e a viabilidade das pessoas e de seus lugares.

A regeneração é uma prática, é uma vivência que começa com a transformação de quem somos e de como pensamos. É sobre dar uma nova vida a algo que teve a sua essência ou capacidade perdida. É sobre revelar o maior potencial e a melhor contribuição que um sistema vivo pode oferecer, a partir da sua essência, aos demais sistemas vivos com que se relaciona.

O desenvolvimento regenerativo é um método capaz de nos orientar nesse processo de aprendizagem, descoberta e realização. É uma abordagem de vanguarda, o resultado de décadas de experimentação que ajuda comunidades e organizações a assumirem a direção da sua própria evolução.

A melhor hora para você assumir o seu papel de liderança regenerativa é agora.

 

Instituto de Desenvolvimento Regenerativo